História

A Faculdade de Comunicação passou a funcionar como uma Unidade Universitária autônoma em 1987, após deliberação do Conselho Universitário de desmembrá-la da Escola de Biblioteconomia e Comunicação. Esta deliberação ocorreu na reunião do CONSUNI, realizada em 13 de novembro de 1986.

Como a Faculdade de Comunicação mais antiga e a mais importante no Estado da Bahia, a FACOM é referência nacional na formação de profissionais e de pesquisadores na área da Comunicação. O Curso de Graduação em Comunicação possui duas habilitações: Jornalismo e Produção em Comunicação e Cultura.

Com índice de 4,8301 no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (ENADE), realizado em 2015, o curso de Jornalismo obteve o maior conceito ENADE contínuo do Brasil. Os dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), em 08 de março de 2017, comprovam o excelente rendimento dos alunos, que obtiveram o conceito máximo (5). Dos 275 cursos de Jornalismo avaliados, apenas 18 conquistaram o índice de excelência pelo Ministério da Educação.

A Habilitação em Produção em Comunicação e Cultura, por sua vez, já conquistou posição de referência no cenário nacional e uma importante inserção dos seus egressos em diversas instituições e diferentes empresas do setor.

Da ocupação do antigo prédio da Biblioteca Central (atualmente Instituto de Saúde Coletiva), no Canela, até o atual prédio no Campus de Ondina – no qual passou a funcionar a partir de 1999, a luta e o esforço contínuo para conseguir atender às diversas atividades realizadas pelos estudantes, professores e técnicos-administrativos da FACOM, sempre marcaram a nossa história.

 Em 1990, teve início a primeira turma do mestrado com a criação do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura Contemporâneas (PósCom), o qual, em 1995, começa a funcionar com o doutorado em Comunicação e Cultura Contemporâneas – passos decisivos para a formação pós-graduada, para o estímulo e para a consolidação da pesquisa. O PósCom já alcançou os patamares de maturidade e excelência acadêmicas.

Como Unidade “aberta ao novo”, em 2010, a FACOM inaugurou uma Área de Concentração em Cinema e Audiovisual para os alunos dos bacharelados interdisciplinares. Curso este que dialoga com uma tradição da instituição nessa área e ao mesmo tempo com a carência local de espaços de formação para uma crescente excelência técnica e artística.

Confira imagens marcantes da história da FACOM

Galeria de Diretores

- Antônio Dias: Diretor interino entre 1985-1987. Dias era o vice-diretor da Escola de Biblioteconomia e Comunicação, na qual Comunicação era um departamento. Depois de autorizada pelo CONSUNI a criação da Faculdade de Comunicação como Unidade autônoma, em 13 de novembro de 1986, ele ficou como diretor interino numa gestão pró-tempore até 1987, fazendo a transição de departamento para faculdade;

- Albino Rubim (diretor) e Marcos Palacios (vice): 1987-1988. Período que a FACOM sofreu intervenção do reitor Rogério Vargens que nomeou Ailton Sampaio (diretor) e Nívea Almeida (vice), em 1988. Ação vitoriosa contra o reitor na Justiça devolveu à FACOM o direito de fazer eleições;

- Ruy Espinheira Filho (diretor) e Sônia Serra (vice): 1989-1993;

- Albino Rubim (diretor) e Marcos Palacios (vice): 1993-1997;

- Marcos Palacios (diretor) e Wilson Gomes (vice): 1997-2001;

- Albino Rubim (diretor) e Nadja Miranda (vice): 2001-2005;

- Giovandro Marcus Fereira (diretor) e Annamaria Jatobá Palacios (vice): 2005-2009;

- Giovandro Marcus Fereira (diretor) e Jeder da Silveira Janotti Júnior (vice): 2009-2013. Com a transferencia de Jeder para outra universidade, assumiu como vice-diretor Mauricio Nogueira Tavares, cujo mandato foi até 2014. 

- Suzana Oliveira Barbosa (diretora) e Fábio Sadao Nakagawa (vice): 2013-2017. O mandato de Fábio iniciou em 31 de outubro de 2014 e foi até 18 de julho de 2017.

- Suzana Oliveira Barbosa (diretora) e Leonardo Figueiredo Costa (vice): 2017.2 a 2021.2

Primeiro dia de indicação das bancas examinadoras dos TCCs 2019.1

Indicação mediante ofício pelo (a) Professor (a) Orientador (a)

Último dia de indicação das bancas examinadoras dos TCCs 2019.1

Indicação mediante ofício pelo (a) Professor (a) Orientador (a)

Homologação das bancas examinadoras dos TCCs 2019.1

Realizada em reunião do Colegiado

Primeiro dia de entrega dos TCCs 2019.1

A entrega deve ser feita presencialmente no Colegiado de graduação