Conte histórias por trás dos números do coronavírus no Brasil

Publicado em: 10-06-2020

No primeiro dia de junho de 2020, apenas três meses após o Brasil registrar o primeiro caso de Covid-19, o número de mortes por Coronavírus alcança a marca dos 30 mil. A atualização diária do número de casos e falecimentos parece retirar o peso do que os dados representam — pessoas que deixaram mães, filhos e filhas, maridos e esposas, amigos, além de muitos sonhos e projetos de vida. Resgatar as histórias por trás dos números, ou ao menos parte dela,  é o que pretende o projeto Inumeráveis

O Inumeráveis é uma obra do artista Edson Pavoni em colaboração com Rogério Oliveira, Rogério Zé, Alana Rizzo, Guilherme Bullejos, Gabriela Veiga, Giovana Madalosso, Rayane Urani, Jonathan Querubina e os jornalistas e voluntários que continuamente adicionam histórias ao memorial online. 

Mais do relembrar mortes, o Inumeráveis buscar ser uma celebração à vida e uma homenagem às vítimas de Covid-19 no Brasil. O trabalho se inicia com um mapeamento dos casos em todo o país e contato com a família do homenageado. Em seguida, é realizada a produção, revisão e publicação do texto-tributo no memorial.

Qualquer pessoa pode participar enviando histórias para serem publicadas no memorial. No manual dos voluntários, os coordenadores do projeto explicam que há três formas de colaborar com o projeto. Primeiro, como pesquisador, realizando a busca por essas histórias e fazendo contato com familiares das vítimas. Há, também, a possibilidade de atuar como escritor, transformando o material coletado em um texto-tributo. Uma última forma é contribuir como revisor, verificando os textos enviados pelos escritores-jornalistas ou transformando os textos enviados diretamente pelos familiares em comoventes homenagens. 

Parte da equipe responsável pelo projeto, a jornalista Giovana Madalosso afirma, no manual, que o texto elaborado pelos colaboradores deve ser uma celebração à vida. No material, há dicas para orientar escritores e revisores na produção das histórias, que vão de diretrizes sobre o tamanho do texto a ensinamentos que ajudam no exercício da empatia necessária à atividade. 

Atualmente, o projeto conta com apoio de cerca de 60 universidades brasileiras que estimulam a participação de alunos de graduação e pós-graduação no projeto. “Percebemos que era importante estabelecer conexões e laços com as universidades, estimulando uma ação voluntária dos estudantes seja na apuração e checagem das histórias, seja escrevendo ou revisando. Não saberia dizer quantas pessoas são voluntárias, mas já são milhares de histórias contadas e essa é nossa tarefa”, explica um dos idealizadores do projeto, Rogério Zé.

Roda de Conversa - Em casa com a Facom

Com o intuito de colaborar com o projeto, a FACOM realiza no dia 10/06 (quarta-feira), às 15h, a Roda de Conversa “Inumeráveis: jornalismo e histórias de vidas”. O encontro online será realizado pelo Zoom, com transmissão pelo Facebook, e contará com a mediação da professora do curso de Jornalismo da FACOM Ivanise Andrade, de Rogério Zé, um dos idealizadores do projeto, e da jornalista e voluntária do projeto, Camila Botto. 

Durante a conversa, os participantes vão falar sobre a importância das histórias de vida para o processo de humanização das notícias, dos dados e dos casos. Além disso, quem tiver interesse em ser voluntário poderá tirar suas dúvidas sobre como colaborar.

O quê: Roda de Conversa Inumeráveis - jornalismo e histórias de vidas
Quando: dia 10/06, às 15 horas,
Onde: Ao vivo pelo Zoom (https://facom.social/inumeraveis) ou pelo Facebook da FACOM.