Vivência dos estudantes dá origem à última publicação de 2019.2 do Jornal da FACOM

Publicado em: 27-01-2020

Foto em destaque: Luísa Calmon

Foi publicada, no início de janeiro, a segunda edição do Jornal da FACOM referente à turma de 2019.2. A atividade foi produzida pelos alunos de terceiro semestre da Oficina de Jornalismo Impresso, disciplina ministrada pelo professor Alexandro Mota. Foram destaques desta edição o Future-se, tema em evidência na Universidade, bem como questões cotidianas da cidade de Salvador, dando continuidade à tendência que marcou a primeira edição do JF. 

Multitemático, o segundo Jornal da FACOM de 2019.2 surgiu, em grande parte, a partir da vivência dos alunos, como explica o professor Mota. “Nessa última edição, muitas pautas giraram, coincidentemente, em torno das vivências pessoais dos estudantes, como a reportagem sobre a primeira ida ao zoológico para uma ativista da causa animal e a viagem de ônibus de um aluno no maior roteiro da cidade”, relatou. Também foram objetos das reportagens temas sensíveis como a terceira idade, abordada em matérias sobre inclusão digital e sobre a importância do diálogo com essa população. 

A aluna Luciana Koeppel, autora da reportagem Idosos na Rede, afirma que a experiência de produzir matérias para o Jornal foi gratificante. “Em ambas as edições, pude ver na prática o que já tinha aprendido na teoria: como funciona um jornal, a importância de seguir uma linha editorial, de escolher bem as pautas, de cumprir os prazos e de manter a objetividade no conteúdo”, relata. No entanto, o reconhecimento dos leitores foi o mais marcante para a estudante. “Essa sensação de retorno do leitor, de ver que a mensagem chegou ao seu destino, não tem preço”, garante. 

Imagem da matéria de capa. Créditos: Walter Mauro/LABFOTO

Trabalho coletivo

Para a estudante de Jornalismo Sarah Cardoso, o diálogo com os colegas, a metodologia utilizada pelo professor, bem como sua experiência profissional foram fatores determinantes para o enriquecimento da turma. “Além de indicar possíveis caminhos, o professor fazia sugestões de como poderíamos melhorar a nossa escrita. Também tínhamos momentos muito benéficos de socialização com a turma. Não só o professor ajudava nesse processo, como cada colega trazia informações e sugestões extremamente enriquecedoras”, conta.

Foi justamente esse trabalho em equipe que possibilitou o sucesso das publicações, para Mota. “Acredito que, com o trabalho coletivo envolvendo os estudantes nos processos de pauta, apuração, revisão e até mesmo diagramação, as edições do Jornal da Facom foram bem recebidas. Recebi muitas mensagens de professores, de colegas jornalistas e de outros estudantes de jornalismo elogiando e reconhecendo a qualidade das publicações. No fundo, jornalismo precisa disso, mobilizar as pessoas, impactar os leitores. Não dá para fazer só para a gente”, afirmou.

Acesse aqui a publicação. 

Último dia do recesso de carnaval

Semana de Cultura e Comunicação

Semana de Cultura e Comunicação. Mais informações: https://www.facom.ufba.br/portal2017/informes/336/semana-de-cultura-e-comunicacao

Início do semestre 2020.1

Início do semestre 2020.1

Semana de Cultura e Comunicação

Semana de Cultura e Comunicação. Mais informações: https://www.facom.ufba.br/portal2017/informes/336/semana-de-cultura-e-comunicacao