Fique atento ao que muda na matriz curricular do curso de Produção

Publicado em: 13-01-2020

Está em vigor o novo Projeto Político-Pedagógico do curso de Comunicação com habilitação em Produção e Cultura da FACOM | UFBA. O Projeto foi aprovado pelas respectivas instâncias deliberativas no início de 2019. Com isso, uma nova matriz curricular deverá ser cumprida pelos alunos de graduação — integralmente pelos novos ingressantes de 2020 e parcialmente pelos estudantes que cursam matérias a partir do 2º semestre. 

O currículo vigente não muda para os estudantes que ingressaram até 2019.2, no entanto, algumas matérias podem não ser ofertadas. Caso isso aconteça, o estudante deve observar as equivalências entre as disciplinas previstas na sua grade curricular de origem e as disciplinas ofertadas durante a matrícula em 2020.1 (veja abaixo o infográfico). 

 

LINK 1 AQUI 

No momento da matrícula WEB, o estudante ainda pode encontrar disciplinas pertencentes à matriz curricular antiga, a exemplo de COM113 (Comunicação e Atualidade I) e COM114 (Comunicação e Atualidade II), que devem ser ofertadas enquanto o curso de Jornalismo não registra a sua mudança de fluxograma. No caso dessas duas disciplinas, em específico, os alunos terão duas opções: pegar as disciplinas normalmente ou um componente livre de sua escolha. 

Além disso, recomenda-se que os alunos cursem a disciplina COM115 (Comunicação e Ética) enquanto a disciplina COMB59 (Ética e Direitos Culturais) da nova grade não for ofertada. Os novos componentes COMB52, COMB57 e ADM012 só serão ofertados a partir de 2020.2.

Os componentes já cursados pelos alunos serão aproveitados, assim, não haverá prejuízos na integralização curricular. 

O novo PPC

O atual projeto pedagógico foi construído a partir de reuniões periódicas realizadas entre 2017 e 2018 pelo Núcleo Docente Estruturante de Produção em Comunicação e Cultura. O objetivo foi atualizar a habilitação em Comunicação, já que o antigo PPC estava em vigência há mais de 20 anos. 

O vice-diretor da Faculdade de Comunicação da UFBA e coordenador do NDE de Produção em Comunicação e Cultura, Leonardo Costa, defende a importância do novo Projeto Político-Pedagógico. “O curso merecia uma atualização do seu PPC, o que traz benefícios para a formação dos discentes. Um sinal que essas mudanças estão bem estruturadas foi a nota que tiramos com a visita in loco da comissão do MEC, que já fez a sua avaliação tendo como base o novo Projeto”, afirma.