Alunos e pesquisadores da FACOM colaboram com mapeamento do Jornalismo baiano

Publicado em: 16-12-2019

Em dois meses de trabalho, estudantes e pesquisadores da Faculdade de Comunicação da UFBA ajudaram a mapear as iniciativas de Jornalismo do maior estado nordestino. O estudo fez parte da terceira edição do Atlas da Notícia, lançado no último dia 10. Os pesquisadores investigaram a quantidade de veículos existentes hoje em cada município baiano, bem como os fechamentos de rádios, TVs, jornais impressos e sites jornalísticos. 

Na pesquisa, constatou-se que a Bahia é o estado com maior número de veículos do Nordeste. Somados os veículos já mapeados em edições anteriores do Atlas e aqueles que foram localizados na nova edição (contabilizando os fechamentos), são 246 rádios, 110 veículos on-line, 71 impressos e 31 TVs. A pesquisa comprovou, também, a concentração de veículos de comunicação em grandes centros urbanos, como capital e municípios polo das regiões. Além disso, verificou-se, por um lado, a inexistência de veículos de comunicação em muitos municípios baianos (chamados desertos de notícias) e, por outro, a multiplicação dos veículos de comunicação digitais. 

Mapeando a Bahia

A professora da FACOM | UFBA, Ivanise Andrade, e o pesquisador do Programa de Pós-graduação em Comunicação e Cultura Contemporâneas, João Guerra, coordenaram o mapeamento na Bahia. Já os estudantes de primeiro semestre da disciplina Teorias de Jornalismo e monitores do Centro de Comunicação, Democracia e Cidadania (CCDC) compuseram as equipes de pesquisa. O grupo dividiu-se em duplas que ficaram responsáveis por mapear municípios de regiões da Bahia.  Em um primeiro momento, os pesquisadores voluntários conferiram o banco de dados do Atlas, composto de informações do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações e de sindicatos de jornalistas, entre outros. Depois, realizaram buscas para identificar novos veículos de comunicação em cada um dos municípios baianos 

Ivanise Andrade, professora da FACOM | UFBA e coordenadora do projeto na Bahia, explica que análise feita até então foi quantitativa. “Esses ainda são dados brutos, mas pretendemos fazer análises qualitativas em cima desses dados no próximo semestre. A ideia é que possamos entender a dinâmica do jornalismo local no estado da Bahia.  Precisamos saber o que eles estão produzindo de informação, se estão apenas replicando releases do poder público, se estão apenas divulgando notícias nacionais ou se as pautas são focadas na cobertura da violência na cidade, por exemplo”, afirma. 

O Atlas da Notícia 

O Atlas da Notícia é uma iniciativa para mapear veículos produtores de conteúdo jornalístico – especialmente de jornalismo local – no território brasileiro. O projeto é uma iniciativa do o Instituto para o Desenvolvimento do Jornalismo (Projor), mantenedor do Observatório da Imprensa, em parceria com Volt Data Lab.

Interessados em compor a equipe de mapeamento do Atlas da Notícia na Bahia podem procurar a professora coordenadora local do projeto, Ivanise Andrade. O projeto pode ser acessado aqui

 

Período de apresentação pública dos trabalhos em regime remoto

Período de apresentação pública dos trabalhos em regime remoto: 16/11 a 26/11/2021 via videoconferência. Aguarde publicação da tabela de trabalhos. 

último dia de aulas do semestre 2021.2

Prazo para envio da versão definitiva do TCC para depósito no Repositório Institucional da UFBA

Envio da versão definitiva do TCC para depósito no Repositório Institucional da UFBA 29/11 a 10/12/2021 Por meio de formulário que será divulgado pelo Colegiado.