XIII SCC Facom

A FACOM convida toda a sua comunidade  para prestigiar na próxima Quarta-Feira dia 4 de Outubro a partir das 16:10H a mostra do CineFacom na XIII Semana de Cultura e Comunicação da FACOM.

Pra comemorar os 30 anos da Faculdade de Comunicação da UFBA e recepcionar os novos calouros, o Centro Acadêmico Vladimir Herzog irá realizar a XIII Semana de Cultura e Comunicação, reunindo professores, ex-alunos, ex-professores, calouros e veteranos em um espaço de debates e interação sobre a Universidade. No dia 4 e Outubro (Quarta-feira), a parti das 16:10H no auditório da FACOM será exibido um episódio da série O Senhor das Jornadas, com direção de Jorge Alfredo Guimarães que participará um bate-papo com o Prof. Umbelino Brasil.

Ainda teremos exibição de três filmes dirigidos por estudantes da Universidade Federal da Bahia, são eles:

*Domingo (2016) com direção de Alan Leonel;
*Contos de Yemanjá (2017) com direção de Lara Rodrigues e Vanessa Aragão;
* Nome de Guerra (2016) dirigido por Ricardo Debret.

Após exibição dos filmes acontecerá também um bate-papo com os estudantes.

Compartilhem e compareçam!

Dia: 04/10/2017

Horário: 16:10H

Onde: Auditório da FACOM


Sobre a série O Senhor das Jornadas:

A série é sobre o cineasta baiano Guido Araújo que, após um período estudando na Tchecoeslováquia, volta ao Brasil e dedica-se à carreira de documentarista, criando a Jornada de Cinema da Bahia, além de se tornar professor da Universidade Federal da Bahia (Ufba). Exibida em cinco episódios de aproximadamente 30 minutos, a série narra a trajetória do idealizador das Jornadas de Cinema da Bahia, numa mistura de depoimentos, materiais de arquivo e cenas de filmes.


Sobre os filmes:

DOMINGO (2016)

Experimental: 13′28” | Direção: Alan Leonel

Num futuro em que tudo deu errado, um jovem é torturado por forças que estão além do seu entendimento. No meio da tortura ele encontra uma jovem, os dois compartilham as suas memórias.


CONTOS DE YEMANJÁ  (2017)

Documentário: 14′46” | Direção: Lara Rodrigues e Vanessa Aragão

Mulher, mãe, guerreira. É a mãe dos orixás, das águas, das cabeças. Mas como é o seu temperamento, quais seus mitos e curiosidades? Contos de Yemanjá traz, através de personagens de diferentes idades e crenças, histórias de umas das orixás mais cultuadas e conhecidas no Brasil, que tem um pouco de cada uma


NOME DE GUERRA (2016)

Ficção: 9′42” | Direção: Ricardo Debret

Ontem à noite, um garoto de programa matou seu cliente.

Compartilhe:
  • PDF
  • del.icio.us
  • Twitter
  • Facebook
  • Google Bookmarks
  • Digg
  • LinkedIn
  • Tumblr
  • FriendFeed
  • NewsVine
  • Reddit
  • StumbleUpon
  • Diigo
  • Mixx
  • Netvibes

Deixe um comentário