Índice

Introdução
O Jornalismo na
Era Digital
O Jornal como Metáfora
Produzindo uma Publicação Digital
O Planejamento
O Design
O Layout
Hipertexto
Multimídia
Animações
Interatividade
O E-mail
Notícias
Personalizadas
Notícias Personalizadas II
A Estrutura
Comercial
Classificados Online
Micropagamentos
O Fim do Jornal Impresso?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


manta@ufba.br
Mande um e-mail !
Design by André Manta
Última atualização:
Outubro de 1997

Animações

Recursos de animação, por sua vez, têm a vantagem de não precisarem de aplicativos especiais ou plug-ins acoplados ao browser (como no caso dos vídeos, que exigem softwares específicos obtidos via download na Internet) e são mais interessantes visualmente do que fotografias e gráficos estáticos. Entretanto, o desenvolvimento de animações em Web sites é muito maior na área de pubicidade do que nos setores editoriais dos jornais e revistas digitais. Como os anunciantes precisam chamar a atenção dos leitores para que estes entrem em seus sites, eles preferem investir na criação de gráficos animados que, segundo estatísticas, recebem duas vezes mais "cliques" do que os anúncios comuns.

Estes gráficos utilizam o padrão GIF89a que permite o armazenamento de múltiplas imagens em um único arquivo. Quando visualizado no browser, este arquivo produz um efeito de animação, daí a denominação de "GIF animado". Carregado pelo browser como uma imagem comum, ele possue alguns comandos de controle, que definem o tempo e o número de vezes em que as imagens serão apresentadas, e um algoritmo de compressão que reduz significativamente o tamanho da imagem em termos de Kbytes.

Criar estes GIFs animados não é uma tarefa tão complicada como parece ser. Programas shareware disponíveis na Internet facilitam o trabalho. Um dos mais populares é o GIF Construction Set, que pode ser obtido no endereço http://www.mindworkshop.com/alchemy/gifcon.html.

Os GIFs animados editoriais não se difundiram ainda, principalmente, por causa das baixas velocidades de transmissão de dados na Internet. Como se pode ver este é um problema frequente no desenvolvimento de Web sites. Arquivos de animação de maior porte podem demorar para serem carregados em conexões mais lentas e isto pode fazer com que os usuários desistam antes que o material seja completamente armazenado em seus computadores. O ideal é construir GIFs animados com poucas imagens e torná-los condensados o suficiente para que sejam recebidos com rapidez.

Nos Estados Unidos, a KRT Interactive, divisão multimídia da KRT Information Service, é uma das líderes na produção de ilustrações, gráficos e animações para sites noticiosos na Web. A empresa utiliza produtos de outras divisões da Knight Ridder/Tribune (animações para a TV, produtos gráficos para a mídia impressa, fotografias, etc) para a criação de imagens animadas desenvolvidas para serviços online e jornais digitais.

Recentemente, para ilustrar reportagens sobre a queda de um jato militar norte-americano no estado do Colorado, a equipe da KRT Interactive aproveitou uma animação para a televisão de como o piloto havia se ejetado do avião e extraiu dela um par de quadros para construir um GIF animado, que foi utilizado na primeira página dos jornais da Knight-Ridder/Tribune na Web. Para criar um mapa com a trajetória do jato, a KRT usou outra animação em GIF que mostrava uma seta móvel indicando a trajetória do vôo.

Na KRT Interactive, imagens no formato GIF89a são as mais utilizadas na produção de animações pois possuem bem menos Kbytes do que os arquivos de vídeo e não exigem nenhum plug in instalado. Além dos GIFs animados, a empresa produz também clips de filmes no formato Quicktime. Algumas amostras dos produtos gráficos da KRT podem ser obtidas no endereço http://www.tmstv.com/krt/info.htm.

Animações bem produzidas tornam mais rico o projeto gráfico do Web site e despertam a atenção do leitor para o conteúdo noticioso. Editores e publishers, no entanto, devem estar atentos para não utilizar as imagens animadas como simples ilustrações das matérias, mas sim para complementar as informações das notícias do jornal ou revista digital.


Guia do Jornalismo | Bibliografia Online | Jornais na Web | Links Úteis