Índice

Introdução
O Jornalismo na
Era Digital
O Jornal como Metáfora
Produzindo uma Publicação Digital
O Planejamento
O Design
O Layout
Hipertexto
Multimídia
Animações
Interatividade
O E-mail
Notícias
Personalizadas
Notícias Personalizadas II
A Estrutura
Comercial
Classificados Online
Micropagamentos
O Fim do Jornal Impresso?

 

 

 

 

 

 

 

 


manta@ufba.br
Mande um e-mail !
Design by André Manta
Última atualização:
Outubro de 1997

Multimídia

Os recursos de multimídia estão incrementando muito os serviços de notícias na Web. Sites como o da MSNBC (http://www.msnbc.com) e do C|Net (http://www.cnet.com) já usam regularmente clips sonoros de 30 a 60 segundos em matérias e entrevistas com pessoas públicas. São trechos de depoimentos dos entrevistados que complementam as informações do texto. As conversas são gravadas pelo telefone e um técnico fica responsável por editá-las e convertê-las de um arquivo WAV para o formato Real Áudio (um dos padrões de som mais populares na rede).

As animações e o vídeo também começam a ser utilizados em maior escala nos serviços de notícias na Web. O Philadelphia Online (http://www.phillynews.com/), por exemplo, é um dos sites que mais investe em recursos de vídeo nos Estados Unidos. Usando a tecnologia de sequenciamento de vídeo VDO, a equipe do jornal digital está veiculando na Web vídeos educacionais, de 60 a 90 segundos de duração, sobre saúde e primeiros socorros em parceria com vários hospitais da Filadélfia. O projeto Health Philadelphia tem dado certo e já gerou mais de 150 mil dólares em patrocínio, despertando a atenção de muitos anunciantes. O Philadelphia Online também está experimentando o vídeo para gravar comentários de alguns colunistas do jornal, reportagens sobre esportes, automóveis, economia, dia-a-dia e críticas de cinema e música.

No Brasil, o Universo Online é o pioneiro na utilização de recursos de áudio e vídeo na Web. O site do grupo Folha de São Paulo implantou a TV UOL (http://www.uol.com.br/tvuol/), uma seção com vídeos, também em formato VDO, onde o usuário tem à sua disposição uma série de canais de notícias e entretenimento. Na TV UOL, é possível assistir a entrevistas com pessoas de destaque da mídia, reportagens sobre diversos temas (informática, turismo, cultura, esportes, etc.), boletins de notícias, comentários sobre cinema, além de trechos de filmes e de vídeo-clips da MTV.

Clips de vídeo se adaptam bem ao formato das publicações digitais na Web e ampliam as possibilidades de utilização da nova mídia pelo jornalismo. As críticas de cinema, por exemplo, tornam-se mais ricas quando acompanhadas de trailers ou trechos dos filmes comentados. Jornalistas especializados em música podem complementar suas matérias com vídeo-clips. As reportagens sobre esportes ganham um novo incremento com as imagens dos melhores momentos de uma partida. As colunas sobre moda podem ser gravadas em vídeo com registros dos desfiles e outros eventos e mesmo as publicidades, nos serviços de notícias online, se tornam muito mais interessantes e interativas do que anúncios animados no formato GIF (CompuServe Graphics Interchange Format).

A tecnologia de vídeo na Web, no entando, ainda está dando os seus primeiros passos. A qualidade das imagens é ruim, a janela do vídeo é pequena e na maioria das vezes, devido ao problema das baixas velocidades de conexão, som e imagem não estão bem sincronizados. Ainda assim, as experiências com a utilização de vídeos na Web têm dado bons resultados, com os sites que empregam esta tecnologia recebendo um número cada vez maior de visitantes.


Guia do Jornalismo | Bibliografia Online | Jornais na Web | Links Úteis