Multimídia

O Laboratório de Multimídia destina-se, prioritariamente, a manutenção e atualização do site da Facom (www.facom.ufba.br). O portal traz todo conteúdo do que é produzido na Faculdade, além de informar e manter a Facom conectada às redes sociais. O Labmídia serve também como espaço de pesquisa e experimentação no estudo, na confecção de conteúdos de hipertextos e de imagens veiculadas por meio das mídias digitais; agrupa eventualmente professores e estudantes quando está desenvolvendo projetos de criação de Web Site (design de user interface), na editoração de Web Pages (aplicação de novas tecnologias de código e imagens) e no planejamento da divulgação de Web Sites On-line. O Labmídia disponibiliza os seus recursos tecnológicos e humanos como suporte pedagógico dos cursos de Jornalismo, Produção em Comunicação e Cultura, e recentemente, para o novo curso de Cinema e Audiovisual. Além disso, opera no aporte técnico a outros setores da Facom funcionando como apoio dos projetos da área de extensão da Faculdade. Entre os mencionados projetos, destacam-se dois de caráter permanente: a monitoria do Labmídia e a preservação do acervo do Setor de Cinema da UFBA. Este último, além da manutenção de impressos e filmes, paulatinamente procura disponibilizar ao público, através da digitalização, os títulos do seu acervo gravados originalmente em VHS. Sendo estes os atualmente disponíveis:

1. A árvore dos antepassados
Direção:
Direção: Licínio Pacheco
Duração: min.
Ano: 1994
Origem: Moçambique
Sinopse: Durante 15 anos de guerra em Moçambique, um milhão e meio de moçambicanos procuraram refúgio em países vizinhos. Não houve tempo para se despedir, nem cumprir com as formalidades em relação aos mortos. Em 1984, quando a guerra atingiu a província de Tete, Alexandre Ferrão foi escolhido pelos tios para levar a família para o Malawi, os que aguentaram caminhar e as crianças foram com ele. Dez anos depois com o fim da guerra, Alexandre decidiu que era altura de voltar de regressar para se reconciliarem com a família.


2. Agreste
Direção: Robinson Roberto
Duração: 10 min.
Ano: 1974
Origem: Brasil
Sinopse: Uma visão do homem nordestino em seu quadro rotineiro de trabalho, festa, retirada e morte através dos elementos mais representativos de sua cultura, que são suas obras de arte.

3. Além do samba e da resistência afro brasileira
Direção: César Cavalcanti
Duração: 52 min.
Ano: 2006
Origem: Brasil
Sinopse: A população de origem africana de Florianópolis é quase invisível. Historiadores, artistas plásticos, educadores, atores, estudantes e cidadãos comuns resgatam sua cultura, história e resistência. Além do Samba Investiga o cotidiano e a cultura da população de origem africana em Florianópolis, capital de um estado do sul do Brasil marcado pela diversidade étinico-cultural, especialmente pela forte presença de culturas européias, mas que mantém os afro-descendentes invisíveis. Utilizando da metáfora do “espelho partido”, Além do Samba revela as diversas interpretações fragmentadas do contexto abordado, tendo o espelho como veículo de reflexão da realidade, e o martelo como instrumento de sua transformação.

4. Alice
Direção: Jan Svankmajer
Duração: 96 min
Ano:1988
Origem: Inglês
Sinopse: Adaptações para o cinema do clássico “Alice no País das Maravilhas” existem às mentes, mas a de Svankmajer prima pela originalidade. A história toda se passa dentro de uma casa, e os personagens de Lewis Carroll são vividos por utensílios domésticos, como facas, cadeiras, entre outros a única personagem humana á a Alice, vivida pela jovem Krustýns.

5. All the King’s Men – A Grande ilusão
Direção: Steven Zaillian
Duração: 128 min.
Ano: 2006
Origem: Alemanha
Sinopse: Atingidos pelos efeitos da depressão, há muitos pobres na cidade de Losiana. Neste contexto surge o populista e demagogo Willie Starke (Sean Penn), que diz ser um caipira por ter descoberto que, falando assim, era ouvido pelo povo. Ele é estimulado por um partido de oposição, que busca os votos dos indecisos, a disputar o cargo de governador, sendo convencido pelo manipulador Tiny Duffy (James Gondolfine) e também por um jovem jornalista, Jack Burden (Jude Law). A retorica de Willie cresce e ele não para de fazer promessas de forma eloqüente, o que faz com que seja eleito governador com a maior margem registrada no estado. Mais o suposto idealismo de Willie com o tempo dá lugar a um questionável modo de agir. Um processo de impeachment contra ele tem andamento e o conhecido juiz Samuel Irwin (Anthony Hopkins) diz a um jornal que há base legal para isto. Willie incumbe Burden de achar algo “podre” no passado de Irwin, para fazê-lo mudar de posição.

6. A montanha dos Sete Abutres
Direção: Billy Wilder
Duração: 111 min
Ano:1951
Origem: EUA
Sinopse: Charles Tatum (Kirk Douglas) está entediado com seu trabalho em um pequeno jornal no Novo México, onde não aparecem oportunidades para boas matérias. Quando surge o caso de um homem preso em uma mina, ele transformara a situação em um grande acontecimento, tomando as rédeas do resgate, fazendo o possível para prolonga-lo e fornecendo informações aos grandes jornais. Ele percebe que está criando algo de grande proporção e pretende levar isso adiante, pondo em risco a vida do homem que está preso. A história é inspirada em um fato real, acontecido em 1925.

7. Anastácia, Escrava e Santa
Direção: Joatan Vilela Barbel
Duração: 30 min
Ano: 1987
Origem: Brasil (RJ)
Sinopse: Uma escrava negra, talvez lendária, torturada pelo seu senhor, torna-se objeto de veneração e de milagres da religiosidade popular, em confronto com a igreja oficial.

8. A negação do Brasil/ Denying Brazil
Direção: Joel Zito Araújo
Duração: 92 min.
Ano: 2000
Origem: Brasil
Sinopse: O documentário é uma viagem na história da telenovela no Brasil e particularmente uma análise do papel nelas atribuído aos atores negros, que sempre representam personagens mais estereotipados e negativos. Baseado em suas memórias e em fortes evidências de pesquisas, o diretor aponta as influências das telenovelas nos processos de identidade étnica dos afro-brasileiros e faz um manifesto pela incorporação positiva do negro nas imagens televisivas do país.

9. Arca russa
Direção: Aleksander  Sokurov
Duração: 97 min.
Ano 2002
Origem: Russa
Sinopse: Nos dias atuais um cineasta é misteriosamente enviado ao museu Hermitage, em São Petersburgo, no ano de 1700. La ele encontra um diplomata Francês do século XIX, com quem inicia uma jornada pela história da Rússia entre os séculos XVIII e XXI.

10. Atlântico Negro, na Rota dos Orixás
Direção: Renato Barbieri
Duração: 75 min.
Ano: 1998
Origem: Brasil
Sinopse: Filmado no Maranhão, Bahia e Benim. O documentário faz uma viagem no espaço e no tempo em busca das origens africanas da cultura brasileira, partindo das mais antigas tradições religiosas afro-brasileiras: o Candomblé, da Bahia, e o Tombor de Minas, do Maranhão. Na Rota dos Orixás transporta o espectador para a terra de origem dos Orixás e voduns, o Benin, onde estão as raízes da cultura jeje-nagô.

11. Brasil: Além do Cidadão Kane
Direção: Simon
Duração: 105 min
Ano:1993
Origem: Inglaterra
Sinopse: Com depoimento de personalidades como Chico Buarque, Luís Inácio Lula da Silva e o escritor Dias Gomes, o documentário foca-se no apoio da TV Globo ao Regime Militar e as práticas tidas como manipulação, a exemplo da cobertura tendenciosa das Diretas Já e a edição, para o Jornal Nacional, do debate do segundo turno, de forma a favorecer o candidato Fernando Collor de Mello em detrimento de Lula, seu oponente na época.

12. Brabeza
Direção: José Umberto e Robinson Roberto
Duração: 21 min.
Ano: 1978
Origem: Brasil
Sinopse: Maria migra do sertão para o mar. Na Bahia um homem de fuzil a persegue à cata de sua simbólica mala de viagem…

13. Curta os Gaúchos
Direção: Carlos Gerbase e Jorge Furta
Duração: 70 min
Ano: 1988
Origem: Brasil
Sinopse: Curtas-Metragens produzidos no estado do Rio Grande do Sul.

14. De corpo inteiro
Direção: Nicole
Duração: 67 min.
Ano: 2008
Origem: Brasil
Sinopse: Misto de ficção e documentário, o filme revive as entrevistas conduzidas pela escritora Clarisse Lispecitor publicada nas revistas “Manchete” e “Fatos e Fatos” nos anos de 1970. Dentre os entrevistados, personalidades como Nelson Rodrigues, Jorge Amado, Tônia Carrero, Nélida Piñon e Oscar Niemeyer.

15. Fuente Álamo la caricia del tempo
Direção: Pablo García
Duração: 72 min.
Ano: 2001
Origem: Espanha
Sinopse: Acompanhando por um dia para várias pessoas da cidade que, por causa da idade, são representativos da infância, adolescência, maturidade e velhice, a vida continua Fuente Alamo: suas ruas e esquinas, seus homens e mulheres, seus sons e suas vozes, seus costumes, mas também, ao mesmo tempo, o nosso planeta todos os dias. Planeta real e concreta, graças ao poder da paisagem e outros materiais e elementos poéticos, levanta questões e valores universais: tempo e espaço, o trabalho e a festa, amizade e amor, memória e lembranças.

16. Jesusito de mi vida
Direção: Jesús Périz-Miranda
Duração: 9 min.
Ano: 2009
Origem: Español
Sinopse: Jesus acorda de madrugada com desejo de fazer xixi, mas o medo do escuro o impede de cruzar o corredor que leva só banheiro. Influenciado pelos conselhos da mãe, Jesus pede ajuda a Deus com a esperança de que aconteça um milagre.

17. Karai Norte
Direção: Marcelo
Duração: 20 min
Ano: 2009
Origem: Portugal Martinessi
Sinopse: Vencedor do prêmio de curtas do Florianópolis AudioVisual Mercosul de 2010, Karai Norte tem como plano de fundo a guerra civil que devastou o Paraguai após a Segunda Guerra Mundial. A história desenvolve-se em torno de uma velha senhora que vive em uma casa em meio ao nada. Inesperadamente, ela recebe a visita de um misterioso cavaleiro, com quem estabelece uma relação marcada pela desconfiança.


18. KisanganiDiary
Direção: Hubert Sauper
Duração: 45 min
Ano:1998
Origem: FRA/AUS
Sinopse: Ao longo de uma estrada de ferro no sul do ex-Zaire, tropas da ONU descobrem alguns milhares de refugiados de Ruanda. Os campos para os sobreviventes estão sendo massacrados um pouco mais tarde, em 25 de abril de 1997 pelo exército rebelde chamado libertador danova “República Democrática” do Congo e Nigéria isso no noticiário da noite.

19. Kuxa Kanema
Direção: Margarida Cardoso
Duração: 52 min.
Ano: 2002
Origem: Portugal
Sinopse: <<Kuxa Kanema >> quer dizer o nascimento do cinema e o seu objetivo era: filmar a imagem do povo e devolve-la ao povo. Mais hoje a República Popular de Moçambique passou a ser, simplesmente, República de Moçambique.


20. Lumière
Direção: Marc Allégret
Duração: 65min.
Ano: 1966
Origem: França
Sinopse:Documentario sobre a descoberta do cinematografo. O diretor Marc Allégret começou em 1927, quando realizou trabalhos sobre o Congo e um perfil de André Gide.

21. Marrabentando
Direção: Karen Bosswell
Duração: 52 min.
Ano: 2004
Origem: Moçambique
Sinopse: Marrabentando é um documentário sobre cinco velhos músicos moçambicanos estrelas da Marrambenta. Um estilo musical bem popular cuja a história remonta aos anos 50 e 60, quando Maputo ainda era Lourenço Marques e se vivia o apogeu cultural do colonialismo.

22. Mutum
Direção: Sandra Kogut
Duração: 95 min.
Ano:2007
Origem : Brasil
Sinopse: Mutum é um local isolado do sertão de Minas Gerais, onde vive Tiago (Tiago da Silva Mariz) e sua família, Tiago tem apenas 10 anos e juntamente com seu irmão, e único amigo Felipe (Wallison Felipe Leal Barroso), é obrigado a enxergar o nebuloso mundo dos adultos.

23. O descobrimento do Brasil
Direção: Humberto Mauro
Duração: 80min.
Ano: 1937
Origem: Brasil
Sinopse: A carta de Pero Vaz de Caminha, roteirizada por Humberto Mouro, com a reconstituição da histórica viagem de Pedro Álvares Cabral, da partida do Tejo a realização da primeira missa no Brasil. Trilha sonora de Heitor Villa-Lobos.

24.Língua- Vidas em Portuguê
Direção: Victor Lopes
Duração: 105 min.
Ano: 2004
Origem: Brasil
Sinopse: Todo dia duzentos milhões de pessoas levam suas vidas em
português. Fazem negócios e escreve poemas. Brigam no trânsito, contam piadas e declaram amor. Todo dias, a língua portuguesa renasce em bocas brasileiras, moçambicanos, goesas, angolanas, japonesas, cabo verdianas, portuguesas, guineenses. Novas línguas mestiças, temperadas por melodias de todos os continentes, habitadas por deuses muito mais antigos, e que ela acolhe como filhos. Língua da qual povos colonizados se apropriaram e que devolvem agora, reinventada. Língua que novos e velhos imigrantes levam consigo para dizer certas coisas que nas outras não cabe. Toda noite, duzentos milhões de pessoas sonham em português. Algumas dessas estão nesse filme.

25. O Jogo da Dívida
Direção: Eduardo Coutinho
Duração: 58 min.
Ano: 1990
Origem: Brasil
Sinopse: Documentário sobre a dívida externa latino-americana, realizados em 5 blocos que abordam desde um breve histórico da dívida até algumas possíveis alternativas de solução, passando por seus mecanismos, suas crises mais graves e suas conseqüências sociais.

26. Olhar Estrangeiro
Direção: Lúcia Murat
Duração: 70 min.
Ano: 2006
Origem: Brasil
Sinopse: Filme sobre os clichês e as fantasias que se avolumam pelo o mundo a fora sobre o Brasil. Baseado no livro “O Brasil dos gringos”, de Tunico Amâncio, o documentário mostra a visão que se o cinema mundial tem do país. Filmado na França (Lyon e Paris), Suécia (Estocolmo) e EUA (Nova York e Los Angeles), o filme, através de entrevistas com os direitos, roteiristas e atores, desvenda os mecanismos que produzem esses clichês.

27. O todo poderoso timão
Direção: Ricardo Aidar e André Garolli
Duração: 100 min
Ano:2010
Origem: Brasil
Sinopse: No ano de comemoração dos 100 anos do Corinthians, o documentário resgata imagens inéditas, como o primeiro registro em movimento do Corinthians, datado de 1929, que foi restaurado e tratado, além de cenas das décadas de 40 e 50. O filme traz gols históricos, símbolos, mascotes, uniformes e torcedores inlustres que dedicaram sua vida ao Timão.

28. O veneno está na mesa
Direção: Silvio Tendler
Duração: 49 min
Ano:2011
Origem: Brasil
Sinopse: O documentário aborda como a chamada Revolução Verde do pós- guerra acabou com a herança da agricultura tradicional. No lugar, implantou um modelo que ameaça a fertilidade do solo, os mananciais de água e a biodiversidade, contaminando pessoas e ar. Nós somos as grandes vítimas dessa triste realidade, já que o Brasil é o país do mundo que mais consome os venenos: são 5,2 litros/ano por habitante. Apesar do quadro negativo, o filme aponta pequenas iniciativas em defesa de um outro modelo de produção agrícola. Este é o caso de Adonai, um jovem agricultor que individualmente fez questão de plantar o milho sem veneno, enfrentando inclusive problemas de financiamento do governo que tem uma condição.

29. O divino, de repente
Direção: Fábio Yamaji
Duração: 6 min. e 20 segs.
Ano: 2009
Origem: Brasil- SP
Sinopse: Ubiraci Crispim de Freitas, personagem real conhecido por Divino, canta repentes e conta sua vida neste documentário animado com ficção experimental. Além do live-action, várias técnicas artesanais de animação compõem o filme: flipbook, desenho animado, rotoscopia, pixilation e stop motion.

30. O veneno nosso de cada dia
Direção: Marie-Monique Robin
Duração: 113 min.
Ano: 2010
Origem: França
Sinopse:O documentário aborda com um teor de jornalismo investigativo,e com muita propriedade e embasamento cientifico, algumas contradições da indústria de alimentos, medicamentos e utensílios domésticos à base de plásticos, no tocante à exposição de pessoas a venenos, ao longo de toda a cadeia de produção e consumo destes produtos. Deixa claro como o poder dessas industrias dita a estrutura do mercado de produtos com alto risco toxicológico. Com isso, consegue nos esclarecer o porque da elevação das taxas de prevalência de doenças.

31. Patativa do Assaré
Direção: Rosemberg Cariry
Duração: 84 min.
Ano: 2007
Origem: Brasil
Sinopse: O filme aborda a vida e a obra do poeta Patativa do Assaré, destacando a relevância dos seus poemas, osignificado político dos seus atos e a sua imensa contribuição à cultura brasileira. Dono de um ritmo poético de musicalidade única, mestre maior da arte da verificação e com um vocabulário que vai do dialeto da língua nordestina aos clássicos da língua portuguesa, Patativa Assaré é a síntese do saber popular versos saber erudito. O poeta consegue, com arte e beleza, unir a denúncia social ao lirismo. No ano de 2001, Patativa do Assaré foi escolhido como um dos mais importantes cearenses do século 20.

32. Peõas
Direção: Eduardo Coutinho
Duração: 85 min.
Ano:1983
Origem: Brasil
Sinopse:Tratada história pessoal dos operários da indústria metalúrgica do ABC, que participaram dos movimentos grevistas de 1979 a 1980. Eles falam da infância da militância política no âmbito familiar, recordam sofrimentos e dão sua visão acerca de Lula.

33. Puente Llanguno claves de um massacre
Direção: José ÁngelPalaciosLascorz
Duração:105 min.
Ano: 2004
Origem: Venezuela
Sinopse:O mundo soube que em 11 de abril de 2002 durante o golpe de estado na Venezuela, ocorreu um massacre. Várias pessoas que disparavam de uma ponte de Caracas foram apontadas pelos meios de comunicação como os autores do massacre que resultou em 19 vitimas fatais. Mas junto aos mortos e feridos desse dia aparece outra vitima: a verdade. Um documentário que mostra imagens, testemunhos e fotos chaves de uma história que muitos meios de comunicação ocultaram sobre o massacre de Puente Llaguno.

34. Senta a pua! A aviação de caça do Brasil na segunda guerra mundial
Direção: Erik de Castro
Diretor de fotografia: César Moraes
Duração: 112 min.
Ano: 1999/2000
Origem: Brasil/Brasília/DF
Sinopse: Senta a Pua! “Lançar-se sobre o inimigo com decisão, golpe de vista e vontade de aniquila-lo.” No dia 06 de outubro de 1944, os integrantes do 1º Grupo de Aviação de Caça do Brasil desembarcaram no porto de Livorno, na Itália, para participar da Segunda Guerra Mundial integrando o 350º Fighter Group. Faziam parte do grupo 466 pessoas: 49 pilotos e 417 homens de apoio. A saga do 1º Grupo de Aviação de Caça é contada por seus próprios pilotos, veteranos do mais importante conflito bélico do século XX, cujas ações contribuíram para a garantia da vitória aliada na Europa. (23 depoentes, entre pilotos, pessoal de apoio e pessoas ligadas ao Primeiro Grupo de Aviação de Caça Brasileiro na Segunda Guerra Mundial. E mais: imagens de arquivo, fotos de época (p/b e coloridas) e ilustrações digitais).

35. Single Leg Amputee Sporte Club
Direção: Sergi Agust e Pep Bonet
Duração: 13 min. 17 seg.
Duração: 13 min. 17 seg.
Ano: 2007
Origem: Sierra Leone
Sinopse: Através do futebol para amputados, treinamento, eventos especiais e cobretura de rádio, a Single Leg Amputee Sporte Club (SLASC), promove a criação da associação das pessoas atingidas pela amputação na guerra, com a principal intenção de acabar com a brutal guerra civil que assolou a Serra Leoa e reintegrar as pessoas com amputaciones dentro na sociedade. O documentário mostra a luta pelos direitos  a saúde, deficiência e educação cívica, e deixa evidente que as pessoas com deficiência podem desempenhar um papel ativo no desenvolvimento da comunidade.


36. Talento Demais
Direção: Edgard Navarro
Duração: 70 min.
Ano:1995
Origem: Brasil
Sinopse: O documentário libera, feitos com alta dose de energia desreprimida. Baiano, brasileiro, universal. Traduz com humor, amor e sagacidade uma história do cinema baiano, com texto irônico, descolado, bem informado. É uma excelente pesquisa iconográfica.

37. Trabalho interno
Direção: Charles Ferguson
Duração: 120 min
Ano: 2010
Origem: EUA
Sinopse: Primeiro filme a retratar a crise financeira de 2008, Trabalho interno traz inúmeras entrevistas com pessoas bem-informada do mundo financeiro, políticos e jornalistas, trançando um rico painel de uma das maiores depressões do mundo das finanças.

38. Utopia e barbárie
Direção: Silvio Tendler
Duração: 120 min
Ano: 2010
Origem: Brasil
Sinopse: O documentário busca reconstruir o mundo após a Segunda Guerra Mundial, fazendo uma revisão dos principais eventos políticos e econômicos que nas últimas décadas do século XX, elevaram ao risco e até ao desaparecimento de ideias de igualdade, de liberdade e de justiça.

Sinopse:Documentario sobre a descoberta do cinematografo. O diretor Marc Allégret começou em 1927, quando realizou trabalhos sobre o Congo e um perfil de André Gide.